sábado, 31 de outubro de 2009

Sugestões para leitura:Temática Mulheres Negras


Mulheres negras do Brasil

O livro, publicado em parceria com as editoras Senac Nacional e Senac São Paulo, aborda as incontáveis experiências das mulheres negras do Brasil e expressa o compromisso do Senac com a promoção de uma sociedade mais justa e equânime, por meio de uma ação educacional afirmativa que privilegie a diversidade e a inclusão. A obra reúne centenas de imagens que testemunham a pluralidade de cenários e personagens, nos quais rostos, corpos, jeitos, gingados, crenças revelam a força do universo feminino negro, num reconhecimento da contribuição dessas mulheres para a riqueza do país, que se traduz numa passo significativo para a superação de sua invibilidade.O livro aborda a história das mulheres negras brasileiras, desde sua chegada ao país até os dias atuais, e ajuda a construir um novo olhar sobre o passado e a superar a invisibilidade das mulheres negras, levando ao reconhecimento de suas contribuições na formação de nossa identidade. De acordo com os autores, com exceção dos escritos sobre o sistema escravocrata e algumas alusões ao mito Chica da Silva, não se encontram referências e informações detalhadas sobre as mulheres negras em nossos currículos escolares, museus, livros didáticos e narrativas oficiais. Autores Schuma Schumaher e Érico Vital


Mulher Negra na Bahia no século XIX

O livro é resultado de uma dissertação de mestrado na qual se abordou vários aspectos das mulheres negras na sociedade baiana e tendo em vista a ausência de estudos sistemáticos nessa área, o surgimento da obra é de relevante importância ao estudar as questões sobre o cotidiano das mulheres negras no período escravista do século XIX. E ainda, não trata apenas da mulher negra, mas de todas as populações negras no Brasil, através da descrição das lutas, conflitos e negociações que mulheres negras, mestiças e pobres engendraram na Bahia do século XIX para conquistar e depois, manter a sua liberdade e inserção numa sociedade racista e machista.

A Autora:

Cecília Conceição Moreira Soares é historiadora formada pela Universidade Federal da Bahia e doutoranda em Antropologia pela Universidade Federal de Pernambuco.
Atualmente, é Professora da Universidade Estadual de Feira de Santana - Bahia (UEFS) e da Universidade Católica de Salvador. Desenvolve pesquisas sobre a mulher negra na Bahia: Gênero, Memória, Religiosidade Afro-brasileira e Identidade. É membro do Núcleo de Estudos sobre a mulher Mulieribus/UEFS e do Núcleo Cultura, Poder e Memória/UCSAL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário